O que quer dizer a expressão: FALSO MAGRO?

De

Esse termo “falso magro” é utilizado para designar pessoas que vestidas tem aparência de magra, que na balança não indicam peso elevado, mas tem grande proporção de gordura corporal (tecido adiposo) em relação a massa magra (tecido muscular).

A genética pode influenciar nestas características,  mas o estilo de vida  com alimentação desequilibrada, sedentarismo, alcoolismo são determinantes do “falso magro”.

O nosso corpo é composto por órgãos, ossos, massa muscular, tecido adiposo e pele, que devem permanecer em quantidades proporcionais equivalentes a saúde das funções do organismo.

Quando os valores estão alterados, isto é: tem elevada quantidade de tecido adiposo e pouca quantidade de massa muscular, pode ocorrer um desequilíbrio das funções e consequentemente levar a problemas de saúde, como doenças cardiovasculares e diabetes.

Uma pessoa magra não necessariamente tem pouco peso, por isso praticantes de  musculação tendem a ganhar peso de acordo com o ganho de massa magra e aparentam ser mais ma. Segue a figura que representa em proporção 1kg de gordura e 1kg de músculo.

395982_10150997919907350_397487693_n

1kg de gordura e 1kg de músculo.

Isso pode ser visualizado na imagem abaixo, onde duas pessoas com o mesmo peso podem apresentar características completamente diferentes,  a primeira com percentual de gordura de 30% é visivelmente mais flácida e a segunda com corpo mais definido apresenta o percentual de gordura de 13%.

falsas-magras-1

Apresenta coxas, braços mais gordinhos ou gorduras localizadas e tem mais dificuldade na tonificação destas regiões.

Para determinar se a pessoa é falsa magra há necessidade de quantificação e análise da composição corporal, que pode ser feita através dos seguintes métodos: Ultra-Sonografia , Plastimografia, Absortometria Radiológica de Raio X de dupla energia (DEXA), Tomografia computadorizada, Ressonância Magnética, Análise de Ativação de Nêutrons (NAA), Condutividade Elétrica Total (TOBEC), Análise de Impedância Bioelétrica (BIA), Antropometria onde é estimado o percentual de Gordura Corporal, Excreção Urinária de Creatinina, Análise duplamente indireta da composição corporal, Hidrometria (TBW) e Potássio Corporal Total (TBK).

As dietas da moda que visam corte drástico de calorias tendem a perda de massa magra e não gordura corporal, por isso o adequado que seja feita uma reeducação alimentar e assim evitar perda de tecido muscular.

Procure um profissional faça uma avaliação da sua composição corporal, alimente-se de maneira adequada, realize atividades físicas e evite práticas de fumo e alcoolismo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *